Polícia mira prefeitura e Câmara do Rio em operação contra milícia que explora o comércio

A Polícia Civil do Rio deflagrou a Operação Brutus, contra uma milícia que explora o comércio de Madureira, na Zona Norte do Rio. A Câmara de Vereadores é um dos alvos dos agentes

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Polícia Civil do Rio de Janeiro deflagrou, nesta terça-feira (6), a Operação Brutus, contra uma milícia que explora o comércio de Madureira, na Zona Norte do Rio, fazendo extorsões. Agentes fazem buscas na prefeitura, na Câmara de Vereadores e na Guarda Municipal do Rio. 

Um dos alvos é um guarda municipal que, de acordo com a polícia, trabalhou no gabinete da vereadora Vera Lins (Progressistas), que não é investigada. Os relatos foram publicados no portal G1

Ao menos duas pessoas foram presas em flagrante, e um mandado de prisão em aberto foi cumprido. A polícia ainda apreendeu 12 toneladas de material pirata e 20 fardas para militares, além de armas e munição.

Segundo o advogado James Walker Júnior, que defende a parlamentar, todos no gabinete viram a operação "com grande surpresa". Segundo Walker Júnior, o guarda municipal suspeito saiu do gabinete há quase dois anos.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247