Polícia prende suspeito de matar sargento na comunidade Bateau Mouche

Policiais da Delegacia de Homicídios prenderam um suspeito de matar o sargento da Polícia Militar (PM) Carlos Eduardo Gomes Cardoso, morto durante uma operação na comunidade Bateau Mouche, em Jacarepaguá, no Rio; o suspeito do assassinato tinha sido baleado e estava internado no Hospital Cardoso Fontes

Policiais da Delegacia de Homicídios prenderam um suspeito de matar o sargento da Polícia Militar (PM) Carlos Eduardo Gomes Cardoso, morto durante uma operação na comunidade Bateau Mouche, em Jacarepaguá, no Rio; o suspeito do assassinato tinha sido baleado e estava internado no Hospital Cardoso Fontes
Policiais da Delegacia de Homicídios prenderam um suspeito de matar o sargento da Polícia Militar (PM) Carlos Eduardo Gomes Cardoso, morto durante uma operação na comunidade Bateau Mouche, em Jacarepaguá, no Rio; o suspeito do assassinato tinha sido baleado e estava internado no Hospital Cardoso Fontes (Foto: Voney Malta)

Por Vitor Abdala/Agência Brasil - Policiais da Delegacia de Homicídios prenderam ontem (29), em flagrante, um suspeito de matar o sargento da Polícia Militar (PM) Carlos Eduardo Gomes Cardoso. O policial morreu durante uma operação na comunidade Bateau Mouche, em Jacarepaguá, na zona oeste da cidade.

O suspeito de matar o sargento tinha sido baleado e estava internado no Hospital Cardoso Fontes. A Polícia Civil o prendeu por associação para o tráfico e por participação no homicídio do policial militar.

Segundo a Polícia Civil, as investigações continuam para tentar identificar e prender outros envolvidos no assassinato do sargento

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247