Polícia trabalha com tese de envolvimento de Carlos Bolsonaro no caso Marielle

Informação foi publicada pelo jornalista Kennedy Alencar. "Segundo essa linha de investigação, o vereador teria uma relação próxima com o Ronnie Lessa", diz ele

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Kennedy Alencar trouxe uma informação de bastidor sobre as investigações da execução da vereadora Marielle Franco na Rádio CBN na noite desta quarta-feira 30:

A Polícia Civil do Rio trabalha com hipótese nova, de envolvimento do vereador Carlos Bolsonaro neste caso, que está há 616 dias sem solução. 

Segundo essa linha de investigação, o vereador teria uma relação próxima com o Ronnie Lessa, acusado de ter disparado contra Marielle Franco e seu motorista Anderson Gomes. 

Carlos e Marielle tiveram uma discussão forte na Câmara Municipal. Havia um clima de hostilidade entre os dois. A polícia trata com cautela essa hipótese, mas ela faz parte da apuração do caso. O leque está em aberto.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email