Policiais e manifestantes criam clima de intimidação contra Glenn em Paraty

Antes da participação do jornalista Glenn Greenwald na Flipei, manifestantes circulavavam pelas ruas de Paraty ao som do hino nacional; cerca de dez motos com policiais do Choque circulam sem placa pelas ruas; "Os neofascistas estão incomodados com a liberdade de imprensa e com o jornalismo investigativo", disse o sociólogo Sérgio Amadeu, que participa da mesa com Greenwald

247 - A cidade de Paraty vivenciou na tarde desta sexta-feira, 12, um clima de intimidação ao jornalista Glenn Greenwald, que fará palestra na Flipei, a Flip paralela. 

Segundo informações da Folha de S. Paulo, cerca de dez motos com policiais militares do Batalhão de Choque circulam sem placas pelas ruas. 

Outras 20 pessoas vibravam a cada passagem de veículos equipados com bandeiras do Brasil. Alguns vestiam roupas nas cores verde e amarela, outros ostentavam camisetas com imagens do presidente Jair Bolsonaro. 

Um caminhão com uma faixa com os dizeres “Indignação é coisa nobre! Fora de Paraty Glenn Greenwald” estava estacionado na entrada da cidade. 

Participante da mesa junto com Greenwald, o sociólogo Sergio Amadeu garantiu que a programação do debate não vai se alterar. 

"Vamos fazer o debate como o planejado. Os neofascistas estão incomodados com a liberdade de imprensa e com o jornalismo investigativo. Vamos continuar defendendo a democracia", disse Amadeu à Folha

Assista ao vídeo:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247