Professor bolsonarista ameaça ministros do STF e diz que eles devem ser contidos “na bala”

“A elevação de ministros do STF a semideuses não está prevista na Constituição e esses canalhas têm de ser contidos, se necessário na bala”, escreveu Leopoldo Grajeda

(Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF | Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O clima de tensão e pressão sobre o Supremo Tribunal Federal (STF) vinda de bolsonaristas aumenta à medida em que Jair Bolsonaro perde apoio e enfrenta ameaça de impeachment. 

Ministros do STF têm sido alvos constantes de ataques nas redes sociais. No último domingo, 3, o matemático Leopoldo Grajeada, professor vinculado à PUC de Minas Gerais, defendeu que os magistrados deveriam ser contidos "na bala". 

“A elevação de ministros do STF a semideuses não está prevista na Constituição e esses canalhas têm de ser contidos, se necessário na bala”, escreveu o bolsonarista em uma discussão no Facebook, como mostrou o Metrópoles. Grajeda, além de professor, é político. Em 2016 ele se candidatou a vereador em Belo Horizonte pelo PEN, mas não foi eleito.

Os ataques de bolsonaristas ao Supremo aumentaram depois da decisão do ministro Alexandre de Moraes que barrou a nomeação do delegado Alexandre Ramagem para a Direção Geral da Polícia Federal.

Ataque de bolsonarista aos ministros do STF

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247