PSL quer dar medalha a atiradores que balearam sequestrador de ônibus

A bancada do PSL na Alerj quer conceder a Medalha Tiradentes -- a maior honraria do estado -- aos três atiradores de elite da PM (Polícia Militar) que participaram da ação que matou Willian Augusto da Silva, autor do sequestro de um ônibus com 39 pessoas

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247- A bancada do PSL na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro) quer conceder a Medalha Tiradentes -- a maior honraria do estado -- aos três atiradores de elite da PM (Polícia Militar) que participaram da ação que matou Willian Augusto da Silva, autor do sequestro de um ônibus com 39 pessoas, na manhã de ontem, na Ponte Rio-Niterói.  A informação é do Portal UOL. 

O projeto de autoria do deputado Filippe Poubel (PSL) conseguiu o número mínimo de 12 assinaturas para que pudesse ser protocolado na Mesa Diretora da Casa Legislativa e será apresentado hoje, com requerimento de urgência para votação.

O chefe da Polícia Civil do Rio de Janeiro, delegado Marcus Vinícius Braga que o número de homicídios caiu, de janeiro a julho deste ano, em relação ao mesmo período de 2018. Mas afirmou que as mortes por ação policial cresceram e devem continuar aumentando até, pelo menos, o mês de dezembro. A informação é do Portal G1. 

De acordo com os números apresentados pelo secretário, que devem ser oficialmente divulgados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) nesta tarde, foram registrados 2.392 homicídios de janeiro a julho deste ano. Foi o menor número de homicídios dolosos desde 1991. Em 2018, ocorreram 3.101 casos.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email