PT quer candidatos youtubers e cogita adotar mandatos coletivos

PT de São Paulo vai usar a escolha dos 82 candidatos a vereador que disputarão a eleição municipal de 2020. A legenda pretende dedicar parte dessas vagas a influenciadores digitais. "O desafio é criar espaços para desburocratizar o partido e permitir às pessoas debater no PT", disse o presidente do diretório municipal do PT-SP, Laércio Ribeiro

Laércio Ribeiro
Laércio Ribeiro (Foto: Reprodução/Facebook)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O PT de São Paulo vai usar a escolha dos 82 candidatos a vereador que disputarão a eleição municipal de 2020. A legenda pretende dedicar parte dessas vagas a influenciadores digitais, youtubers e jovens integrantes do movimento hip hop. Sigla pode aceitar até mandatos coletivos. O objetivo de atrair setores da esquerda afastados do partido.

"O desafio é criar espaços para desburocratizar o partido e permitir às pessoas debater no PT", disse o novo presidente do diretório municipal do PT de São Paulo, Laércio Ribeiro. Seu relato foi publicado no jornal O Estado de S.Paulo

"Temos que construir um campo e este campo não está nos partidos, está na sociedade civil, nos coletivos, núcleos, universidades. Se o PT não tiver essa compreensão de que a disputa está neste campo podemos ter um resultado não condizente com o tamanho do PT", acrescentou. 

A sigla quer ampliar o campo petista. "O PT tem relação com um público muito específico. Igrejas, conselhos, associações de moradores, sindicatos. Esta forma de organização é o que nos dá o que nós temos. Mas isso é limitado", complementou.


O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email