“Rio de Janeiro é um laboratório para o Brasil”, diz general

O general Braga Netto, interventor federal do Rio de Janeiro, afirmou nesta terça-feira (27) que a intervenção na segurança pública do Estado é uma "janela de oportunidades"; "Eu vejo essa intervenção como janela de oportunidades para a segurança pública do Rio de Janeiro", afirmou o general, que apresenta nesta terça-feira o plano de intervenção; "O Rio de Janeiro é um laboratório para o Brasil", disse o interventor a jornalistas

General Braga Netto
General Braga Netto (Foto: Aquiles Lins)

Rio 247 - O general Braga Netto, interventor federal do Rio de Janeiro, afirmou nesta terça-feira (27) que a intervenção na segurança pública do Estado é uma "janela de oportunidades".

"Eu vejo essa intervenção como janela de oportunidades para a segurança pública do Rio de Janeiro", afirmou o general, que apresenta nesta terça-feita o plano de intervenção. "O Rio de Janeiro é um laboratório para o Brasil", disse o interventor em coletiva de imprensa durou pouco mais de meia hora.

"A intervenção é gerencial. Recupera-se a credibilidade da instituição segurança pública do Rio de Janeiro", completou o interventor. Segundo ele, a intervenção tem como um dos objetivos aproveitar a expertise de gerenciamento e logística das Forças Armadas.

Ele disse também que as Forças Armadas continuarão fazendo cercos em favelas e atuando em inteligência, mas podem auxiliar a Polícia Civil a fazer prisões de procurados. Ele também descartou a realização de ocupações prolongadas em favelas.

Sobre o combate à corrupção nas polícias do Rio, o general Braga Netto afirmou que as corregedorias serão fortalecidas. "Vamos tomar todas as medidas necessárias para que o bom profissional seja valorizado e o mau seja penalizado", afirmou, sem detalhar as possíveis medidas de combate à corrupção.

 

Conheça a TV 247

Mais de Sudeste

Ao vivo na TV 247 Youtube 247