Rio: protesto se concentra na Praia de Copacabana

No Rio de Janeiro, o protesto contra o governo federal se concentrou na Praia de Copacabana, na Zona Sul; movimento começou por volta de 10h, na altura do Posto 5; seis carros de som deram apoio à manifestação na Avenida Atlântica; protesto foi organizado nas redes sociais por movimentos como Vem Pra Rua, Brasil Livre e Revoltados Online

No Rio de Janeiro, o protesto contra o governo federal se concentrou na Praia de Copacabana, na Zona Sul; movimento começou por volta de 10h, na altura do Posto 5; seis carros de som deram apoio à manifestação na Avenida Atlântica; protesto foi organizado nas redes sociais por movimentos como Vem Pra Rua, Brasil Livre e Revoltados Online
No Rio de Janeiro, o protesto contra o governo federal se concentrou na Praia de Copacabana, na Zona Sul; movimento começou por volta de 10h, na altura do Posto 5; seis carros de som deram apoio à manifestação na Avenida Atlântica; protesto foi organizado nas redes sociais por movimentos como Vem Pra Rua, Brasil Livre e Revoltados Online (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Rio 247 - No Rio de Janeiro, o protesto contra o governo federal se concentrou na Praia de Copacabana, na Zona Sul. A concentração começou por volta das 10h, na altura do Posto 5. Por volta das 13h30, os manifestantes começaram a se dispersar. 

Por volta das 10h40, os manifestantes, a maioria com roupas verde e amarelas, começaram a caminhar em direção ao Leme. Pouco tempo depois, eles cantaram o Hino Nacional. 

Seis carros de som deram apoio à manifestação na Avenida Atlântica. O protesto foi organizado nas redes sociais por movimentos como Vem Pra Rua, Brasil Livre, Revoltados Online e União Contra a Corrupção.

Em alguns dos carros podiam ser vistas faixas contra o governo da presidente Dilma Rousseff – "Fora PT, Dilma e Lula", dizia uma delas – e, no alto deles, manifestantes gritam palavras de ordem como: "PT roubou" e o "Brasil não é Venezuela".

Ainda não há números sobre a quantidade de pessoas presentes na manifestação.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email