Saiba como idosa vítima de golpe milionário conseguiu sair de casa para procurar ajuda contra bando que desviou obras de arte

A vítima estava “muito assustada com tudo que aconteceu” e depois de muito hesitar, decidiu denunciar a filha.

www.brasil247.com -
(Foto: Reprodução)


247-  A viúva de Jean Boghici, vítima de um golpe milionário organizado pela própria filha e por uma quadrilha de falsos videntes, ficou em cárcere privado de janeiro de 2020 a abril de 2021. Ela não conseguia ter contato com parentes e amigos e nem tinha acesso a telefone. A reportagem é do portal Extra.

No mês de abril, a idosa de 82 anos conseguiu pegar uma chave reserva e esperou Sabine Boghici sair de casa para fugir. A vítima foi até a casa de uma amiga, contou o que estava vivendo e pediu ajuda para ligar para uma Clínica Psiquiátrica e pedir a internação da filha. 

Ao saber da internação, Sabine fugiu e desde a ocasião não foi mais vista pela viúva. A idosa trocou as fechaduras da casa e proibiu que os porteiros deixassem a filha entrar no prédio.

De acordo com o delegado Gilberto da Cruz Ribeiro, quase um ano depois, em janeiro de 2022, a própria idosa procurou a delegacia, acompanhada por um advogado. Segundo o titular da Deapti, a vítima estava “muito assustada com tudo que aconteceu” e depois de muito hesitar, decidiu denunciar a filha.

Ela levou quase um ano para fazer a denúncia. Ela foi na nossa delegacia no primeiro semestre de 2022. (Quando chegou lá) a senhora estava muito amedrontada e estava com o sentimento de mãe de: “como vai denunciar a minha filha?” – contou o delegado.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email