CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Sudeste

Saiba quem era o advogado executado nos arredores da OAB-Rio

Homem foi morto a tiros na tarde desta segunda-feira (26) na Avenida Marechal Câmara, no Centro do Rio

(Foto: Reprodução)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O advogado Rodrigo Marinho Crespo, de 42 anos, foi morto a tiros na tarde desta segunda-feira (26) na Avenida Marechal Câmara, no Centro do Rio. A execução ocorreu a poucos metros da sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional Rio; da Defensoria Pública e do Ministério Público estadual. 

De acordo com o G1, ele era especialista em causas cíveis e empresariais e se formou na PUC-RJ, em 2005. Em 2008, se especializou na Fundação Getúlio Vargas (FGV), em Direito Civil Empresarial (contratos). Era sócio-fundador do Marinho & Lima Advogados, que tem escritório na Avenida Marechal Câmara, no Centro do Rio. Rodrigo era conhecido entre amigos e colegas do Direito por ser uma pessoa de bom trato e sem problemas na carreira. Estava recém-separado.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Saiba mais -  Rodrigo Marinho Crespo atuava, entre outras causas, no imbróglio judicial da disputa pela posse de uma mansão cinematográfica em Angra dos Reis, entre o jogador Richarlison e sócios, contra o advogado Willer Tomaz. “Crespo representava a WT Administração de Imóveis e Bens. O caso foi revelado pela coluna em setembro de 2022. Crespo assumiu a defesa de Tomaz pela disputa da casa após o advogado Luis Felipe Salomão, filho do ministro do STJ e corregedor nacional de Justiça, deixar o caso”, informa o jornalista Guilherme Amado em sua coluna no Metrópoles.

Em setembro de 2022, Amado revelou que o advogado Willer Tomaz, amigo próximo de Flávio em Brasília, entrou na Justiça para disputar a mansão de R$ 10 milhões contra a empresa do jogador, a Sport 70, que havia adquirido a casa em 2010.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO