Santo guerreiro abençoa o Rio de Janeiro

Fiis tomam as ruas em homenagem a So Jorge; feriado no Estado desde 2008; festas em Quintino e no Centro da capital esperam milhares de devotos; dia de pedidos e agradecimentos;aqui, a programao desta segunda-feira

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - São Jorge para os católicos. Ogum para os umbandistas. O sincretismo religioso em torno do santo guerreiro mobiliza o estado do Rio de Janeiro que têm feriado decretado desde 2008, pelo governador Sérgio Cabral. Cariocas e fluminense tem uma forte ligação com um dos santos mais populares do país. A representação de São Jorge é a de um soldado de cavalaria, com espada, armadura, elmo, guerreando em cima de seu cavalo. Segundo religiosos, a identificação dos fluminenses com o milagreiro é motivada pela força de vontade para vencer os desafios, como na imagem. A popularidade do santo, que foi religioso e infante do Exército Romano, mobiliza principalmente os fiéis na capital fluminense.

As homenagens no estado começaram desde a última segunda-feira (16), na Baixada Fluminense, na Barra da Tijuca e no Centro da capital, com o fechamento de ruas para passagens de procissões. O ponto alto da festa, no entanto, acontece mesmo no dia dedicado ao guerreiro, 23 de abril, que este ano é segunda-feira.

Nesta segunda-feira (23) a programação é extensa e a Prefeitura preparou esquema espcial, pela Secretaria de Ordem Pública (Seop) para as duas maiores festas da cidade. Uma em Quintino, subúrbio carioca, e outra no Centro. O poder público vai destacar para os festejos em Quintino, 55 agentes e 259 guardas municipais irão fiscalizar as ruas do bairro. No Centro, 48 agentes e 125 guardas agirão para coibir irregularidades no comércio ambulante e o estacionamento em local proibido.

Missas vão acontecer a cada hora, nas duas paróquias, e têm início antes das 5 da manhã. A novidadedeste ano fica para a igreja de São Jorge em Quintino, que apresenta peça teatral que encena o mito do dragão, em Quintino. A peça, de 20 minutos, conta com 20 atores e começa antes da missa da alvorada, às 4h15 da manhã. O dia termina com procissões pelas ruas da cidade, quando são esperados milhares de fiéis e devotos.

Confira abaixo, a programação carioca em homenagem ao Santo Guerreiro, nesta segunda-feira (23) na região metropolitana do Rio:

CENTRO

Missa solene da alvorada é às 5h, seguida de cultos das 7h às 15h, de hora em hora, e os finais às 18h e 20h. A procissão será dia 29, às 9h. Expectativa é de receber 140 mil fiéis.

QUINTINO

A missa da alvorada é às 5h, e de 7h às 15h terá missa de hora em hora, depois às 17h e 18h. A procissão sairá às 16h da rua Clarimundo de Melo. Mais de 40 mil devotos irão acompanhar.

SANTA CRUZ

Missas serão às 6h, 7h30, 9h, 10h30, 12h, 13h30, 15h, 16h30 e 18h. Depois será realizada procissão com a cavalgada saindo do Largo do Bicão. São esperadas 70 mil pessoas.

NOVA IGUAÇU

As celebrações são das 5h às 10h, 12h, 15h, 16h, 19h e 20h. A procissão começa às 17h na Rua Getúlio Vargas. Às 11h, será servido o angu. Cerca de 20 mil estarão lá.

DUQUE DE CAXIAS

Às 5h, começa a missa da alvorada, depois as celebrações serão às 9h, 12h, 13h, 16h, 17h e 19h, seguida de procissão saindo da Praça da Glória.

 

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email