Secretária de Crivella é exonerada e afirma ser contra projeto do IPTU

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB), exonerou a secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Teresa Bergher (PSDB); a tucana afirmou que volta à Câmara Municipal, para onde foi eleita vereadora, e que votará contra o projeto que prevê aumento do IPTU, de autoria do chefe do executivo

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB), exonerou a secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Teresa Bergher (PSDB); a tucana afirmou que volta à Câmara Municipal, para onde foi eleita vereadora, e que votará contra o projeto que prevê aumento do IPTU, de autoria do chefe do executivo
O prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB), exonerou a secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Teresa Bergher (PSDB); a tucana afirmou que volta à Câmara Municipal, para onde foi eleita vereadora, e que votará contra o projeto que prevê aumento do IPTU, de autoria do chefe do executivo (Foto: Leonardo Lucena)

Rio 247 - O prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB), exonerou a secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Teresa Bergher (PSDB), nesta segunda-feira (4). Em nota, a tucana afirmou que volta à Câmara Municipal, para onde foi eleita vereadora, e que votará contra o projeto que prevê aumento do IPTU, de autoria do chefe do executivo.

"Com a certeza do dever cumprido, amanhã (terça), retorno à Câmara Municipal para votar contra o projeto de lei do aumento do IPTU. Não estou atrás de cargos! Jamais vou abrir mão da minha coerência e decepcionar aqueles que confiaram em mim", disse Teresa.

Crivella teria pedido para a parlamentar voltar à Câmara para ajudar a aprovar o proposta e depois retornar à pasta, o que ela não estava disposta a fazer. Ela disse ter ficado surpresa com a demissão. "Esse vai e vem, sair do executivo, ir para o legislativo votar o que interessa ao governo é absurdo, antiético e não condiz com o meu perfil", afirmou.

Conforme o G1, a prefeitura disse apenas "que Tereza Bergher foi comunicada pelo prefeito que retornaria à Câmara dos Vereadores para votar pela alteração da tabela do IPTU".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247