Secretário de Covas dá aval para coação de diretores de creches: “time do bem”

Bruno Caetano, titular da pasta da Educação do tucano, enviou gravação a diretores, obtida pela Fórum, pedindo para gerar mais “informações positivas para serem reverberadas por todos nós”

Coletiva de imprensa com Área do Governo e Área da Saúde em São Paulo 14 de agosto de 2020
Coletiva de imprensa com Área do Governo e Área da Saúde em São Paulo 14 de agosto de 2020 (Foto: Governo de São Paulo)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - A estratégia de diretores de creches da cidade de São Paulo ligadas à rede conveniada –contratadas com dispensa de chamamento público – de coagir funcionários e até pais de alunos a votarem em Bruno Covas teve aval do secretário da Educação do governo tucano, Bruno Caetano.

Em áudio enviado por Caetano a diretores regionais de educação, obtido pela Fórum, ele agradece quem está ajudando a “espalhar a verdade”. Que seria dar conta de que, se Guilherme Boulos (PSOL) for eleito prefeito de São Paulo, a rede conveniada de creches vai acabar.

Na gravação, Caetano diz: “Independente da tentativa deles de mudarem de posição, o estrago tá feito. E justo, porque está escrito no programa de governo do Boulos, está escrito na Folha de São Paulo, está escrito no Estadão e tem uma declaração do Boulos falando mal das redes parceiras. Podem espernear, podem falar o que quiserem. Mas tá lá cravado a posição, que é de verdade o que eles pensam. Então, agradecer a todo mundo que tá ajudando a espalhar a verdade, combater a fake news. E vamo que vamo. Vamos gerar mais informações positivas para serem reverberadas por todos nós. É o time do bem. Vamo que vamo”.

Confira a reportagem completa no site da Revista Fórum. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247