Sem máscara na praia, homem diz que é desembargador e ao ser multado ofende GCM

Para intimidar o agente e fugir da multa por não usar máscara, Eduardo Siqueira se apresentou como desembargador do TJ de São Paulo

Eduardo Siqueira
Eduardo Siqueira (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Eduardo Siqueira, que se identificou como desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo, desacatou um guarda municipal em Santos ao ser multado por insistir em desrespeitar o decreto que obriga a utilização de máscara em razão da pandemia de coronavírus.

Em um vídeo que viralizou nas redes sociais neste sábado (18), o homem é parado e os guardas pedem: "Senhor, pode por favor colocar a máscara”. Siqueira responde que “não tem hábito” de usar e, alertado sobre o decreto que obriga a utilização do equipamento de proteção para reduzir o avanço do vírus. Ele responde: “decreto não é lei”.

Ele para e decide falar ao celular, enquanto tenta fugir da multa que varia de R$ 100 a R$ 200. Durante a chamada, ele diz "estou aqui com um analfabeto" e tenta fazer com que o agente converse com a pessoa que está na linha. O guarda nega. 

Arrogante, o homem ameaça o agente e conta o que fez quando outro guarda tentou multá-lo. “Amassei e joguei a multa na cara dele. Quer que faça com você?”, afirma.

O guarda não se intimida e aplica a multa, mas ele rasga o documento ao meio e joga o papel no chão, dando as costas aos guardas municipais e prosseguindo com a caminhada.

Anteriormente, com base em reportagem do Correio Braziliense, informamos que o homem era na verdade o assistente jurídico do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP) Luiz Eduardo Alves de Siqueira. O jornal corrigiu a informação posteriormente., confirmando que se trata de um desembargador e ele já foi coordenador da área de saúde do órgão.
 

A cena continua. O guarda aplica a multa ao assistente jurídico, que não se dá por satisfeita com a encenação. Ele rasga o documento ao meio e joga o papel no chão, dando as costas aos guardas municipais e prosseguindo com a caminhada.

 O desembargador Eduardo Siqueira, do Tribunal de Justiça de São Paulo, desacatou um guarda municipal em Santos ao ser multado por insistir em desrespeitar o decreto que obriga a utilização de máscara em razão da pandemia de coronavírus. A cena foi gravada e viralizou nas redes sociais neste sábado (18).

Nas imagens, é possível ver o guarda abordar, com educação, o desembargador, que caminhava na praia sem máscara. “O senhor pode, por favor, colocar a máscara”, diz o guarda.

Siqueira responde que “não tem hábito” de usar e, alertado sobre o decreto que obriga a utilização do equipamento, necessário para reduzir o avanço do vírus que já matou quase 80 mil brasileiros, diz que “decreto não é lei”.

Arrogante, o desembargador ameaça o agente e conta o que fez quando outro guarda tentou multá-lo. “Amassei e joguei a multa na cara dele. Quer que faça com você?”, afirma.

O guarda municipal insiste em preencher a multa. O desembargador fica ainda mais alterado e o xinga de “analfabeto” e “otário”, enquanto telefona para Sérgio Del Bel, secretário municipal de Segurança, que comanda a GCM. Siqueira prossegue com as intimidações e tenta passar o telefone ao guarda, que se recusa.

Confira a reportagem completa na Revista Fórum.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247