Sudeste

STF arquiva inquérito contra Lindbergh Farias

Ele era investigado por participar de um suposto esquema de pagamentos a integrantes do Ministério Público e do Poder Judiciário quando foi prefeito de Nova Iguaçu (RJ); MP não não foi capaz de encontrar provas que viabilizassem a apresentação de uma denúncia; o ministro Gilmar Mendes decidiu então arquivar o caso  

Senador Lindbergh Farias (PT-RJ), presidente da CAE, conduz sabatina de indicado para presidir Autoridade Pública Olímpica (Foto: Valter Lima)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, arquivou na última sexta-feira (7), um inquérito contra o senador Lindbergh Farias (PT-RJ). Ele era investigado por participar de um suposto esquema de pagamentos a integrantes do Ministério Público e do Poder Judiciário quando foi prefeito de Nova Iguaçu (RJ).

As investigações começaram em 2008, após ser divulgado um encontro em que Jaime Ferreira, um ex-assessor de Lindbergh, levou R$ 150 mil para a casa do empresário Murillo Rego. Na ocasião, Ferreira conversou com a mulher do empresário, Rogéria Beber. A conversa foi gravada e ele citou a possibilidade de um desembargador atuar para favorecer Lindbergh em processos judiciais. Apesar da gravação, o Ministério Público diz que, ao longo das investigações, não foi capaz de encontrar provas que viabilizassem a apresentação de uma denúncia.

 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO