STF impede bloqueio de dinheiro e 1ª parcela dos servidores está garantida

O Supremo Tribunal Federal (STF) atendeu ao pedido do governo fluminense e impediu que a União bloqueasse mais R$ 181 milhões das contas estaduais; a decisão, da presidente da corte, ministra Cármen Lúcia, estende o efeito de uma liminar concedida na última segunda-feira (2), que impedia o bloqueio de R$ 192 milhões; com a medida, os servidores estaduais fluminenses que ainda não tiveram seus salários integralmente pagos recebem nesta quinta (5) a primeira das cinco parcelas dos vencimentos de novembro, no valor de R$ 316

Aprenda a atrair dinheiro
Aprenda a atrair dinheiro (Foto: Leonardo Lucena)

Agência Brasil

O Supremo Tribunal Federal (STF) atendeu ao pedido do governo fluminense e impediu que a União bloqueasse mais R$ 181 milhões das contas estaduais. A decisão, da presidente da corte, ministra Cármen Lúcia, estende o efeito de uma liminar concedida na última segunda-feira (2), que impedia o bloqueio de R$ 192 milhões.

Com a medida, os servidores estaduais fluminenses que ainda não tiveram seus salários integralmente pagos receberão hoje (5) a primeira das cinco parcelas dos vencimentos de novembro, no valor de R$ 316.

O calendário de pagamento das demais parcelas também está mantido: a segunda será pagano próximo dia 9, a terceira no dia 11, a quarta no dia 13 e a última no dia 17.

Apenas os servidores ativos da educação, da Procuradoria-Geral do Estado, da Fazenda, do Planejamento e os ativos e inativos da segurança, bombeiros e administração penitenciária receberam seus salários integrais em dezembro.

Conheça a TV 247

Mais de Sudeste

Ao vivo na TV 247 Youtube 247