STJ decidirá em 27 de maio se investigação do caso Marielle será federalizada

O processo foi incluído na pauta de julgamentos do dia 27 de Maio, às 14 horas, por decisão do ministro Nefi Cordeiro, presidente da 3ª Seção do STJ

Grupo que rastreia calúnias contra Marielle já recebeu mais de 2 mil denúncias
Grupo que rastreia calúnias contra Marielle já recebeu mais de 2 mil denúncias (Foto: Renan O. / CMRJ)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - No próximo dia 27, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) vai decidir se as investigações sobre os mandantes dos assassinatos da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes serão ou não federalizadas.

O processo foi incluído na pauta de julgamentos por decisão do ministro Nefi Cordeiro, presidente da 3ª Seção da Corte.

A ministra-relatora do caso, Laurita Vaz, ouviu todas as partes envolvidas no tema pára tomar um decisão. As famílias de Marielle e de Anderson se posicionaram contra a federalização. “Não se pode, com seriedade, qualificar a atuação das instituições de investigação e persecução penal fluminenses como ineficiente, desinteressada ou sem compromisso”, alegaram. 

A Advocacia-Geral da União reivindica acesso às investigações, com a reabertura dos prazos, aos documentos que não comprometam o trabalho da polícia.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247