STJ nega liminar para libertação de Preta e Sidney Ferreira

Defesa aguarda acesso à íntegra do documento para analisar os argumentos que embasaram a negativa para, em seguida, definir as medidas jurídicas adequadas para revogar as prisões; entre as lideranças presas, está Preta Ferreira, publicitária e produtora cultural

Preta Ferreira, que apresenta o Boletim Lula Livre, é presa e não se sabe o motivo
Preta Ferreira, que apresenta o Boletim Lula Livre, é presa e não se sabe o motivo (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - O Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília, negou nesta quarta-feira (10) o pedido de liminar para a imediata libertação da publicitária e produtora cultural Preta Ferreira da Silva e do educador Sidney Ferreira da Silva. Ambos estão presos desde 24 de junho, acusados sem qualquer fundamento de prática de extorsão. O processo ainda se encontra em fase de investigação.

A decisão contrária à liminar foi publicada no site do tribunal, mas a defesa ainda aguarda acesso à íntegra do documento para analisar os argumentos que embasaram a negativa para, em seguida, definir as medidas jurídicas adequadas para revogar as prisões.

Confira a íntegra da reportagem na Revisa Fórum.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247