Supermercado obriga casal negro a esvaziar bolsa para revista e encontra Bíblia

Um casal de negros fazia compras em uma unidade do supermercado Extra, zona sul de São Paulo, e foi obrigado pela caixa a esvaziar a bolsa para ser revistada. A Bíblia foi o único objeto encontrado. "Fiquei sem ação. Me faltou o chão", contou Letícia Reis Oliveira de Carvalho

Casal negro passa por constrangimento em SP
Casal negro passa por constrangimento em SP (Foto: Reprodução (Globo))
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Um casal de negros fazia compras no supermercado Extra, no bairro do Campo Belo, zona sul de São Paulo, e foi obrigado pela caixa a esvaziar a bolsa para ser revistada. O único objeto encontrado foi uma Bíblia. A Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) investiga o caso. 

"A moça me deu o valor, peguei meu cartão para pagar e ela disse: 'Preciso ver tua bolsa'. Eu falei: 'Sério?'", relatou Edgar Oliveira de Carvalho, que estava com a esposa ao lado. "Eu perguntei para ela: 'Você tem alguma dúvida se coloquei algo dentro?'. Fiquei sem ação. Me faltou o chão", contou Letícia Reis Oliveira de Carvalho ao portal G1.

A mulher disse que abriria a bolsa apenas com a presença da polícia, que chegou ao local. Um vídeo gravado pelo casal mostra a polícia tentando minimizar a situação. "Não é nada fora do normal. Você está dentro de um estabelecimento comercial", justificou o PM.

"Eu perguntei para o gerente com quantas pessoas eles fizeram aquilo naquele dia", disse Letícia.

Em nota, a rede de supermercado Extra, do Grupo Pão de Açúcar, afirmou que condena condutas discriminatórias. A empresa disse que iniciou um processo interno de investigação.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247