Tabata Amaral defende pagamento de R$ 23 mil a namorado na eleição: 'Gratidão'

A deputada federal Tabata Amaral (PDT) defendeu nesta quarta-feira a decisão de pagar R$ 23 mil ao próprio namorado, Daniel Alejandro Martínez Garcia, durante as eleições do ano passado; “Quando decidi me candidatar, no início, pude contar com menos de 10 pessoas, e o Daniel foi uma delas”, disse ela

(Foto: Reprodução)

247 - A deputada federal Tabata Amaral (PDT) defendeu nesta quarta-feira a decisão de pagar R$ 23 mil ao próprio namorado, Daniel Alejandro Martínez Garcia, durante as eleições do ano passado. No último sábado, as revistas “Veja” e “Exame” destacaram que o colombiano recebeu da campanha por serviços de análise estratégica para a candidatura, de agosto a outubro. A então candidata arrecadara R$ 100 mil do fundo eleitoral público por meio de repasses da executiva nacional do PDT. A informação é do Jornal O Globo. 

O pagamento foi registrado na prestação de contas da candidata, que conheceu o namorado na Universidade de Harvard, na qual se formaram. Eles começaram a namorar em 2016. Pelo Twitter, Tabata relatou como foi difícil encontrar pessoas que aceitassem interromper suas carreiras por meses para colocar em marcha uma campanha eleitoral “saindo do zero” — algo que ela classificou como “pouco palpável e possível”.

“O Daniel disse não a diversas oportunidades de emprego e postergou projetos profissionais, por vários meses, para poder trabalhar na minha campanha”, destacou a parlamentar. “Quando decidi me candidatar, no início, pude contar com menos de 10 pessoas, e o Daniel foi uma delas”.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247