CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Sudeste

Tarcísio tem "nojinho" de bolsonaristas, dizem aliados do ex-mandatário

Governador tem sido acusado de negligenciar aliados de longa data de Bolsonaro, e a tensão piorou após a aprovação da reforma tributária

Jair Bolsonaro e Tarcísio de Freitas (Foto: Reprodução/Facebook)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Uma série de aliados de Jair Bolsonaro (PL) ouvidos pela coluna da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, disse que o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), tem "nojinho" dos bolsonaristas-raiz, mais identificados com o ex-ocupante do Palácio do Planalto. 

Segundo a jornalista, o racha entre bolsonaristas e o governador "já é profundo e se acentuou muito antes das divergências em torno da reforma tributária". Tarcísio tem sido acusado de negligenciar aliados de longa data de Bolsonaro ao recusar-se a nomear indicados do grupo para cargos no Palácio dos Bandeirantes. Bolsonaristas reclamam que ele estaria deixando de lado aqueles que o apoiaram durante as eleições. 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

De acordo com essas alegações, o governador estaria ignorando solicitações da base bolsonarista, inclusive as feitas pelo próprio Bolsonaro. Especificamente, as áreas da Cultura e da Comunicação são mencionadas como particularmente protegidas de qualquer interferência vinda do grupo bolsonarista.

A revelação vem após a desavença entre Tarcísio e Bolsonaro durante a reunião do PL para discutir a reforma tributária, nesta quinta-feira (6). Tarcísio apoiou a proposta, que passou em dois turnos na Câmara, enquanto Bolsonaro pressionava seu partido a rejeitar o texto. Em um momento, Bolsonaro citou uma série de políticos que venceram eleições passadas no embalo da sua força política, como os ex-ministros e agora senadores Rogério Marinho (PL-RN) e Jorge Seif (PL-SC). Mencionou também o caso do ex-ministro e atual governador paulista. "Quem era o Tarcísio? O Tarcísio não queria ser candidato", disse ele, citando que foi ele quem o convenceu. Apesar dos esforços de Bolsonaro, 20 deputados do PL votaram a favor da aprovação da reforma, enquanto 75 se posicionaram contra.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO