Taxa de isolamento social em São Paulo sobe para 59% no domingo, mas continua abaixo da meta de 70%

Governador João Doria (PSDB) afirmou que a taxa de isolamento social devido ao isolamento social imposto para conter o avanço da covid-19 no estado passou de 47%, na última quinta-feira (9), para 59% neste domingo (12). Apesar da alta, a taxa está abaixo da meta de 70%

João Doria
João Doria (Foto: Gov. SP)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governador João Doria (PSDB) afirmou que a taxa de isolamento social em São Paulo passou de 47%, na última quinta-feira (9), para 59% neste domingo (12). Apesar da elevação do índice, que visa impedir o avanço da pandemia do novo coronavírus, a taxa está abaixo da meta de isolamento de 70% da população.  

"O esforço que fizemos no final da última semana e a orientação do Governo do Estado e das prefeituras que compõe os 645 municípios do Estado deu certo. Subimos de 47% para 59% o isolamento social aferido ontem. Uma conquista da população, uma conquista das pessoas de bem, da medicina, da ciência e daqueles que querem a vida, que querem viver e querem permitir que outras pessoas tenham direito à vida", disse Doria nesta segunda-feira (13), durante entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes. 

"Quanto melhor e maior for o isolamento mais rapidamente sairemos desta crise e voltaremos ao normal, por isso a convicção de que tudo vai passar, mas vai passar se nós pudemos ajudar", completou. Os dados sobre o isolamento social da população paulista foram obtidos através de um sistema que monitora a geolocalização de smartphones. 

Na semana passada, Doria havia dito que poderia endurecer as regras de combate à pandemia, ampliando as medidas de isolamento caso os índices de quarentena não alcançassem 60% da população "Se não elevarmos para mais de 60% na próxima semana, a prefeitura [da capital] e o governo tomarão medidas mais rígidas. Eu queria evitar isso porque medidas mais rígidas significam que as pessoas poderão receber não só multa, advertência, mas também voz de prisão", disse na ocasião. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247