Tite se recusa a cumprimentar Bolsonaro em premiação da Copa América

Campeão pelo Brasil na Copa América, o técnico Tite evitou cumprimentar o presidente Jair Bolsonaro na entrega das medalhas neste sábado, 7; zagueiro Marquinhos passou reto por Bolsonaro

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - O técnico da seleção brasileira não fez o mínimo esforço para parecer cordial com o presidente da república. 

Ao se dirigir para receber a premiação pela conquista da Copa América, Tite cumprimentou as autoridades ali presente, mas não estendeu a mão para Jair Bolsonaro. Quem teve a mesma atitude do treinador foi o zagueiro Marquinhos.

Imagens da transmissão mostram os dois integrantes da seleção brasileira passando indiferentes por Bolsonaro. No caso de Tite, o presidente teve que se esforçar para chamar atenção do técnico.

Antes disso o presidente já havia sido recepcionado com vaias pela torcida que estava no Maracanã assim que pisou no gramado do estádio.

A atitude dos integrantes da seleção brasileira gerou uma série de comentários nas redes sociais

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email