Travesti acusada de matar um desafeto por causa de peruca é condenada a mais de oito anos de prisão

O julgamento foi realizado no 3º Tribunal do Júri de Belo Horizonte, no Fórum Lafayette, e o conselho de sentença foi composto por seis homens e uma mulher

www.brasil247.com -
(Foto: Marcelo Almeida/TJMG)


247 - A Justiça em Belo Horizonte condenou nesta sexta-feira (5), a oito anos e três meses de prisão, a travesti Andressa Demétrio, acusada de matar a facadas outra travesti, identificada como Samantha. A briga aconteceu por causa de uma peruca, após um show no estádio Independência. O julgamento foi realizado no 3º Tribunal do Júri de Belo Horizonte, no Fórum Lafayette, e o conselho de sentença foi composto por seis homens e uma mulher. As informações foram publicadas nesta sexta pelo portal G1

No dia do show, em agosto de 2014, a acusada contou que elas tiveram um desentendimento no estádio e as duas se agrediram. Andressa afirmou que precisou de atendimento, mas continuou no evento. Fora do estádio, ela disse que foi novamente ameaçada e provocada por Samantha e outras pessoas. Depois esfaqueou a vítima.

De acordo com a denúncia apresentada à Justiça, Samantha estava com um amigo no show quando Andressa afirmou que pretendia pegar a peruca desta terceira pessoa. A vítima não concordou e teve início a discussão.

Conforme a assessoria de imprensa do fórum, considerando que a ré ficou presa preventivamente, a juíza Fabiana Cardoso Gomes Ferreira decidiu que o regime inicial seja o semiaberto. Ela deu a Andressa o direito a recorrer em liberdade.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247