TRE-RJ aciona PF contra greve de motoristas de ônibus em dia de eleição

De acordo com o TRE, o movimento prejudica a circulação de eleitores das regiões de Jacarepaguá e da Barra da Tijuca

Greve de motoristas no RJ prejudica as eleições; Reprodução/Twitter - @legal_rj
Greve de motoristas no RJ prejudica as eleições; Reprodução/Twitter - @legal_rj
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik Brasil - O TRE-RJ (Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro) determinou a intervenção da Polícia Federal contra a paralisação de funcionários das empresas de ônibus do Grupo Redentor, que atuam na zona oeste da capital fluminense. A paralisação começou na madrugada deste domingo (29).

De acordo com o TRE, o movimento prejudica a circulação de eleitores das regiões de Jacarepaguá e da Barra da Tijuca. Pesquisas indicam que os dois bairros estão em uma das regiões com voto mais disputado pelos candidatos à prefeitura, Eduardo Paes (DEM) e Marcelo Crivella (Republicanos).

As informações são da Agência Brasil.

Os rodoviários protestam contra o parcelamento, em oito vezes, do 13º salário imposto pelas empresas. São cerca de 2.500 funcionários de braços cruzados neste domingo (29) de votação.

O TRE-RJ considerou a paralisação ilegal. "Representa grave impedimento e embaraço às eleições. As lideranças do movimento serão responsabilizadas na forma da lei penal. A expectativa é que o funcionamento regular das linhas operadas pelas empresas de ônibus seja normalizado rapidamente", informou o Tribunal.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247