UniverCidade descumpre prazo e causa tumulto

Uma confusão tomou conta das proximidades da UniverCidade, no Centro do Rio; uma fila gigantesca de alunos e ex-alunos alastrou-se por três quarteirões, para a retirada da diplomas, certificados de conclusão e de transferência de curso, após a instituição ser descredenciada pelo MEC, em janeiro; no entanto, como os documentos não estavam disponíveis, houve tumulto e a PM foi acionada

Uma confusão tomou conta das proximidades da UniverCidade, no Centro do Rio; uma fila gigantesca de alunos e ex-alunos alastrou-se por três quarteirões, para a retirada da diplomas, certificados de conclusão e de transferência de curso, após a instituição ser descredenciada pelo MEC, em janeiro; no entanto, como os documentos não estavam disponíveis, houve tumulto e a PM foi acionada
Uma confusão tomou conta das proximidades da UniverCidade, no Centro do Rio; uma fila gigantesca de alunos e ex-alunos alastrou-se por três quarteirões, para a retirada da diplomas, certificados de conclusão e de transferência de curso, após a instituição ser descredenciada pelo MEC, em janeiro; no entanto, como os documentos não estavam disponíveis, houve tumulto e a PM foi acionada (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Rio 247 – Uma confusão tomou conta nas proximidades da UniverCidade, no Centro do Rio. Uma fila gigantesca de alunos e ex-alunos alastrou-se, nesta quarta-feira (26), por três quarteirões, para a retirada da diplomas, certificados de conclusão e de transferência de curso, após a instituição ser descredenciada pelo Ministério da Educação, em janeiro. No entanto, como os documentos não estavam disponíveis e o atendimento não tinha começado até às 11h30, houve tumulto e a Polícia Militar foi acionada.

As senhas não foram distribuídas o suficiente para atender à demanda. A fila começou na rua Gonçalves Dias, por volta das 7h, se estendeu pela rua do Ouvidor, dobrou a rua do Rosário e desembocou na avenida Rio Branco, no Centro do Rio.

Os alunos foram avisados de que só poderia pegar a documentação os estudantes formados no segundo semestre do ano passado das áreas de Ciências Contábeis, Administração e Marketing. "Estou formada em administração desde 2011 e não tenho diploma nem certificado de conclusão do curso. Não posso sequer fazer um concurso público", disse Priscila Maia Abrandes Lima, de 32 anos. As informações são do Estadão.

A UniverCidade começou a entrar em crise em 2010, quando houve atrasos de pagamentos e greve de professores, alunos e funcionários. Em 2013, ocorreu paralisações durante todo o ano, praticamente. Em meio ao fraco desempenho, a instituição, assim como a Universidade Gama Filho, foram descredenciadas pelo MEC.

Como consequência do descredenciamento, as universidades Estácio de Sá, Senac/RJ e Veiga de Almeida formaram um consórcio com o objetivo de receber os 14 mil estudantes de ambas as instituições que perderam seus registros junto ao MEC. Iniciado nesta quarta-feira (26), o prazo de transferência vai até o dia 14 de março. Os alunos a serem transferidos não precisarão pagar taxas de matrícula ou de adesão.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email