Vacinação em São Paulo terá início dia 25 e será aplicada em escolas, terminais, farmácias e postos

O governo de São Paulo apresentou novos detalhes do Plano Estadual de Imunização contra o coronavírus nesta quarta-feira (6) e informou que a vacinação irá ocorrer a partir do dia 25, de segunda a sexta, das 7h às 22h, e de 7h às 17h aos sábados, domingos e feriados. Escolas, terminais, farmácias e postos serão destinados à vacinação

(Foto: Reuters | Secom)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governo de São Paulo apresentou novos detalhes do Plano Estadual de Imunização contra o coronavírus nesta quarta-feira (6) e informou que a vacinação irá ocorrer a partir do próximo dia 25 de janeiro, de segunda a sexta, das 7h às 22h, e de 7h às 17h aos sábados, domingos e feriados. O anúncio foi feito pelo secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn, durante a reunião do governador João Doria (PSDB) com prefeitos do estado para tratar do plano de vacinação.

Segundo reportagem do portal G1, o governo mantém a previsão de iniciar a vacinação mesmo com os adiamentos da Anvisa na divulgação da eficácia da CoronaVac. 

A reportagem ainda informa que na 1ª fase, devem ser vacinadas 9 milhões de pessoas no estado. Como a CoronaVac prevê duas doses, estão previstas 18 milhões de doses para essa fase. Além de idosos com mais de 60 anos, serão contemplados os profissionais de saúde, indígenas e quilombolas.

João Doria (PSDB-SP) declarou durante a reunião que o estado vive uma segunda onda de covid-19 e o ano de 2021 será “mais difícil do que o esperado em outubro de 2020”. 

Em sua fala, Doria cobrou a não banalização das mortes: "700 pessoas perdem a morte por covid todo dia (no Brasil). São 4 aviões lotados todos os dias. Isso não é banal. É triste, trágico. Em São Paulo perdemos 100 vidas em um único dia. Isso não deve passar pela nossa visão, pela nossa leitura, imaginando que faz parte do cotidiano". 

O tucano também criticou a fala de Jair Bolsonaro de que "o Brasil está quebrado". "São Paulo não quebra e tem solução. Ao contrário de um cidadão que declarou ontem que Brasil está quebrado e não tem solução", disse Doria hoje durante reunião virtual do governo paulista com os novos prefeitos que assumiram o mandato agora, no início de 2021.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email