Witzel corta profissionais na saúde do Rio em plena pandemia

Governador determinou o bloqueio de 44 vagas de profissionais de saúde para fazer caixa e pagar o que deve à União. O estado já passou as 10 mil mortes por Covid-19

Estado do Rio  tem pelo menos oito casos de coronavírus
Estado do Rio tem pelo menos oito casos de coronavírus (Foto: Fernando Frazão - ABR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Enquanto o Rio de Janeiro passa da marca das 10 mil mortes por coronavírus, o governador Wilson Witzel corta vagas de profissionais da área da saúde.

Segundo o jornalista Lauro Jardim, do Globo, Witzel determinou o bloqueio de 44 vagas para fazer caixa, pagar o que deve à União e manter o Rio no regime de recuperação fiscal.

A medida, publicada em edição extraordinária do Diário Oficial de ontem, tem por objetivo compensar algumas das metas exigidas para que o estado continue tendo direito ao pacote de benefícios fiscais concedido pelo governo federal em 2017, informa a coluna.

Com 232 mortes e 728 casos registrados nas últimas 24 horas, estado chegou a 10.080 óbitos e 112,6 mil pacientes contagiados. 93.423 pacientes se recuperaram.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247