Apesar de abaixo-assinado, estátua da Havan será instalada em área turística

O arquiteto e urbanista Humberto Hickel, autor do abaixo-assinado, afirma que a estátua é um "objeto estranho à história da cidade (Canela - RS)" e que irá competir com o comércio local

Loja da Havan
Loja da Havan (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Havan conseguiu liberação para a instalação de uma estátua em uma área turística, localizada em Canela, Rio Grande do Sul. Apesar de um abaixo-assinado contra a liberação, a Câmara de Vereadores de Canela aprovou no último dia 20 uma lei especial que abre exceções no plano diretor do município, permitindo a construção da loja e da estátua.

O abaixo-assinado alega que a estátua é uma "violência simbólica".  Autor da petição, o arquiteto e urbanista Humberto Hickel, explica que a imagem é "objeto estranho à história da cidade" e que a loja irá competir com o comércio local. 

"A gente fez um abaixo-assinado, em especial, pela simbologia que ela traz: é uma réplica de 31 metros na entrada da cidade. Os turistas vão ser recebidos pela estátua da liberdade? É uma agressão", diz o arquiteto.

Jackson Müller, titular da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Urbanismo e Mobilidade Urbana de Canela, disse que a construção da loja está liberada desde que a Havan faça um estudo de impacto de vizinhança.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247