Bolsonarista que assassinou Marcelo Arruda ficará em casa e usará tornozeleira, decide juiz

O policial Jorge Guaranho recebeu alta hospitalar em Foz do Iguaçu (PR) e foi levado para a Penitenciária Estadual de Foz 2

www.brasil247.com - Jorge Guaranho (à esq.) e Marcelo Arruda
Jorge Guaranho (à esq.) e Marcelo Arruda (Foto: Reprodução/Redes Sociais)


247 - O juiz Gustavo Germano Francisco Arguello decidiu na noite desta quarta-feira (10) que o policial bolsonarista Jorge Guaranho, responsável pelo assassinato do tesoureiro do PT Marcelo Arruda, ficará preso em casa, com tornozeleira eletrônica. O bolsonarista cometeu o crime no começo de julho. 

Guaranho recebeu alta nesta quarta do Hospital Costa Cavalcanti, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, e foi levado para a Penitenciária Estadual de Foz 2.

Aos gritos de "aqui é Bolsonaro", Guaranho invadiu o local onde Arruda comemorava o próprio aniversário, em 9 de julho, e atirou contra o militante do PT. O bolsonarista teve a prisão pela Justiça.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247