Caem acidentes nas estradas federais do PR

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou um balanço apontado que 11 pessoas morreram e 153 ficaram feridas em 140 acidentes registrados durante o feriado de Tiradentes nas estradas federais que cortam o Paraná; houve uma morte a mais em relação ao feriado do ano passado e uma redução no número de acidentes de 27%; a operação de fiscalização começou na tarde de quarta-feira (20) e terminou no domingo (24)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou um balanço apontado que 11 pessoas morreram e 153 ficaram feridas em 140 acidentes registrados durante o feriado de Tiradentes nas estradas federais que cortam o Paraná; houve uma morte a mais em relação ao feriado do ano passado e uma redução no número de acidentes de 27%; a operação de fiscalização começou na tarde de quarta-feira (20) e terminou no domingo (24)
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou um balanço apontado que 11 pessoas morreram e 153 ficaram feridas em 140 acidentes registrados durante o feriado de Tiradentes nas estradas federais que cortam o Paraná; houve uma morte a mais em relação ao feriado do ano passado e uma redução no número de acidentes de 27%; a operação de fiscalização começou na tarde de quarta-feira (20) e terminou no domingo (24) (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Paraná 247 - A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou, nesta segunda-feira (25), um balanço apontado que 11 pessoas morreram e 153 ficaram feridas em 140 acidentes registrados durante o feriado de Tiradentes nas estradas federais que cortam o Paraná.

Houve uma morte a mais em relação ao feriado do ano passado e uma redução no número de acidentes de 27%. A operação de fiscalização começou na tarde de quarta-feira (20) e terminou no domingo (24). 

Mais de 11 mil veículos foram flagrados com velocidade acima da máxima permitida e 744 em ultrapassagens proibidas. A PRF autuou 103 motoristas por dirigirem bêbados.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email