Caso Tatiane Spitzner: advogados de Felipe Manvailer abandonam sessão e julgamento é adiado pela 3ª vez

O juiz Adriano Scussiatto Eyng entendeu como "abandono injustificado" e aplicou multa de 100 salários mínimos (ou R$ 110 mil) aos advogados

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O julgamento de Luis Felipe Manvailer foi cancelado nesta quarta-feira (10), poucas horas após o início. Ele é acusado de matar sua mulher, a advogada Tatiane Spitzner.

O motivo do adiamento foi por conta do abandono do caso por parte da defesa do réu, levando ao cancelamento do júri. Uma nova data será marcada, mas ainda não foi divulgada.

O abandono ocorreu quando os advogados de Manvailer solicitaram ao juiz a consulta de imagens em um HD externo. Diante do veto, eles se retiraram.

O juiz Adriano Scussiatto Eyng entendeu como "abandono injustificado" e aplicou multa de 100 salários mínimos (ou R$ 110 mil) aos advogados.

Para os advogados houve um "cerceamento absurdo da defesa". "A defesa foi proibida de veicular um material dentro dos autos. Isso é intolerável, o Estado democrático de direito não permite", argumentou o advogado do réu, Claudio Dalledone Júnior.

Na ata da audiência, o magistrado justificou a recusa alegando que a defesa não solicitou equipamento específico para "viabilizar a extração e acesso à integralidade das imagens contidas nos HDs apreendidos". Segundo o juiz, não houve pedido para uso de equipamento desde novembro de 2020.


Caso

Depois de uma série de agressões registradas pelas câmeras do edifício onde moravam, Tatiane morreu após cair da sacada do apartamento.

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) apresentou a tese de que, após a agressão, a advogada foi estrangulada e jogada da sacada por Manvailer. O laudo do IML (Instituto Médico Legal) indica que Tatiane morreu por estrangulamento, que, segundo o MP, foi provocado por Manvailer enquanto o casal estava no apartamento.

Luis Felipe Manvailer responderá à acusação de homicídio qualificado e fraude processual. No primeiro crime, uma das qualificadoras é o feminicídio, por envolver violência doméstica contra mulher, segundo a acusação.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email