“Chamar professor de maconheiro é o mesmo que chamar militar de traficante”, diz Requião sobre ofensa de bolsonaristas

"Chamar professores de maconheiros é o mesmo que dizer que os oficiais do exército brasileiro são traficantes de cocaína, por um imbecil ter transportado uma carga no avião presidencial", criticou Roberto Requião (MDB-PR) em referência à iniciativa do general Augusto Heleno, que foi ao Twitter compartilhar uma mensagem de uma usuária contra docentes

www.brasil247.com - Roberto Requião
Roberto Requião (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)


247 - O ex-senador Roberto Requião (MDB-PR) criticou a iniciativa do ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, de compartilhar uma mensagem de uma mulher que chamou professor de maconheiro.

"Chamar professores de maconheiros é o mesmo que dizer que os oficiais do exército brasileiro são traficantes de cocaína, por um imbecil ter transportado uma carga no avião presidencial. General Heleno, deixe de dizer bobagens!", escreveu o ex-parlamentar no Twitter. 

De acordo com a mensagem compartilhada pelo general, uma mulher de 73 anos fez campanha para Bolsonaro e foi criticada por "uma mocinha feminista", que a perguntou se ela estudou história. "Minha filha, eu vivi a história. Não foi o seu professor maconheiro que me contou", respondeu.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email