Cozinheiro é preso em Bento Gonçalves por reclamar de ter que cozinhar para Bolsonaro

Segurança de Jair Bolsonaro cancela evento em hotel de Bento Gonçalves e cozinheiro pode perder o emprego

www.brasil247.com -
(Foto: José Dias/PR | Divulgação)


247 - O cozinheiro Eduardo Lazzari, do Hotel Spa do Vinho, localizado na cidade de Bento Gonçalves (RS), foi preso nessa quinta-feira (8) pela Polícia Federal por reclamar de ter que cozinhar para Jair Bolsonaro. Jair Bolsonaro era esperado nesta sexta-feira (9) no local.

Segundo o jornalista Ricardo Noblat, colunista do Metrópoles, o cozinheiro do hotel, tão logo soube que cozinharia para Bolsonaro, escreveu nas redes sociais: “Vou ter que cozinhar para este diabo ainda, que raiva”. Por conta do comentário, a presença de Bolsonaro no local foi cancelada. 

Bolsonaro está no Rio Grande do Sul para participar, amanhã, de mais uma passeata de motociclistas que defendem sua reeleição. Ele visitou a Vinícola Miolo. Agentes federais investigam autores de comentários nas redes.

Mais tarde, depois de depor e de ser liberado, ele pediu desculpas públicas pela reclamação que fez, saiu das redes sociais, mas já era tarde. Lazzari foi suspenso por três dias.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email