Dallagnol defende acordo do MP com a JBS

Coordenador da força-tarefa da Lava Jato no Paraná, o procurador Deltan Dallagnol defendeu o acordo de delação premiada dos executivos da JBS com o Ministério Público: Dallagnol afirmou que acordos de delação como o dos irmãos Joesley e Wesley Batista podem não parecer justos, mas que nem sempre há alternativas

O procurador da República Deltan Dallagnol, que integra o núcleo da Operação Lava Jato, participa de lançamento, no Rio, do projeto 10 Medidas Contra a Corrupção, do MPF (Vladimir Platonow/Repórter da Agência Brasil)
O procurador da República Deltan Dallagnol, que integra o núcleo da Operação Lava Jato, participa de lançamento, no Rio, do projeto 10 Medidas Contra a Corrupção, do MPF (Vladimir Platonow/Repórter da Agência Brasil) (Foto: Giuliana Miranda)

Paraná 247 -O procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato no Paraná, afirmou que acordos de delação como o dos irmãos Joesley e Wesley Batista podem não parecer justos, mas que nem sempre há alternativas.

“No mundo ideal todo mundo seria punido”, disse. Ele frisou que falava hipoteticamente, pois não atuou nesse caso.

As informações são da Folha de S.Paulo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247