Deltan cogitou concorrer ao Senado e deixou em aberto tentar 2022

Novo capítulo da Vaza Jato publicado pelo The Intercept confirma o projeto de poder da Lava Jato: o coordenador da força-tarefa, Deltan Dallagnol, diz que "seria facilmente eleito" e também via necessidades de o MPF "lançar um candidato por Estado". A política é “algo que está no meu destino”, disse ele num chat consigo mesmo - onde mantinha reflexões pessoais

(Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

247 - O novo capítulo da Vaza Jato, publicado pelo site The Intercept e antecipado pelo programa O É da Coisa, com o jornalista Reinaldo Azevedo na Bandnews, confirma o projeto de poder da Lava Jato. O coordenador da força-tarefa, Deltan Dallagnol, cogitou concorrer ao Senado e deixou em aberto sua candidatura em 2022. 

Em mensagens trocadas com ele mesmo, onde mantinha reflexões pessoais no aplicativo Telegram, Deltan diz que "seria facilmente eleito" e também via necessidades de o Ministério Público Federal "lançar um candidato por Estado". 

A política é “algo que está no meu destino”, disse ele, em uma mensagem que também se compara a Jesus Cristo.

“Tenho apenas 37 anos. A terceira tentação de Jesus no deserto foi um atalho para o reinado. Apesar de em 2022 ter renovação de só 1 vaga e de ser Álvaro Dias, se for para ser, será. Posso traçar plano focado em fazer mudanças e que pode acabar tendo como efeito manter essa porta aberta”, escreveu, em 29 de janeiro de 2018, numa longa mensagem enviada para ele mesmo.

Leia aqui a íntegra da reportagem.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247