'É preciso aumentar mobilização popular', diz Lula a Eduardo Duhalde e Emir Sader

Ex-presidente da Argentina Eduardo Duhalde e o sociólogo Emir Sader visitaram nesta quinta-feira, 18, o ex-presidente Lula em Curitiba; “Lula vê como necessidade urgente uma resposta mais aguda sistemática dos movimentos populares. Lula nos fez um convite para aumentar a mobilização popular”, disse Sader

247 - O ex-presidente da Argentina Eduardo Duhalde e o sociólogo e escritor Emir Sader visitaram o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta quinta-feira, 18, na sede da Polícia Federal de Curitiba, onde Lula é mantido há 468 dias como preso político. 

O ex-presidente argentino falou de sua alegria em reencontrar Lula. “Vocês podem imaginar como é emocionante encontrar com Lula. Mas agora é emocionante e absurdo  porque quem deveria governar este país está aqui preso injustamente”, completa.

Para o amigo argentino, que tornou-se presidente num momento turbulento da história do país vizinho entre 2002 e 2003, encontrou-se com Lula pela primeira vez no cárcere político e reiterou a visão de todos os que o visitam em Curitiba: “Eu o vi forte e seguro de que vai sair ainda mais forte. Por ele trabalhamos juntos. E por ele estarei aqui quando for libertado. A liberdade e a dignidade não se negociam”.

Segundo Emir Sader, o ex-presidente brasileiro confidenciou uma preocupação que ganha cada vez mais força diante dos retrocessos sistemáticos impostos pelo desgoverno de Jair Bolsonaro. 

“Lula vê como necessidade urgente uma resposta mais aguda sistemática dos movimentos populares.  Para ele, este governo nos dá todo dia uma razão nova para nos mobilizar. Lula nos fez um convite para aumentar a mobilização popular”, avisa.

Inscreva-se na TV 247 e assista às declarações:

Conheça a TV 247

Mais de Sul

Ao vivo na TV 247 Youtube 247