Em sua 1ª sentença de 2017, Moro condena João Santana e mais quatro

Juiz federal Sérgio Moro condenou o ex-marqueteiro do PT João Santana e sua mulher e sócia, Mônica Moura, a 8,4 anos de prisão pelos crimes de lavagem de dinheiro no âmbito da Operação Lava Jato; "Condeno João Cerqueira de Santana Filho por nove crimes de lavagem de dinheiro do art. 1º, caput, da Lei n.º 9.613/1998, pelo recebimento de produto de crime de corrupção, mediante condutas de ocultação e dissimulação que lhe conferiram aparência lícita", disse Moro em sua primeira sentença do ano; Moro também condenou outras quatro pessoas, dentre elas o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto

Juiz federal Sérgio Moro condenou o ex-marqueteiro do PT João Santana e sua mulher e sócia, Mônica Moura, a 8,4 anos de prisão pelos crimes de lavagem de dinheiro no âmbito da Operação Lava Jato; "Condeno João Cerqueira de Santana Filho por nove crimes de lavagem de dinheiro do art. 1º, caput, da Lei n.º 9.613/1998, pelo recebimento de produto de crime de corrupção, mediante condutas de ocultação e dissimulação que lhe conferiram aparência lícita", disse Moro em sua primeira sentença do ano; Moro também condenou outras quatro pessoas, dentre elas o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto
Juiz federal Sérgio Moro condenou o ex-marqueteiro do PT João Santana e sua mulher e sócia, Mônica Moura, a 8,4 anos de prisão pelos crimes de lavagem de dinheiro no âmbito da Operação Lava Jato; "Condeno João Cerqueira de Santana Filho por nove crimes de lavagem de dinheiro do art. 1º, caput, da Lei n.º 9.613/1998, pelo recebimento de produto de crime de corrupção, mediante condutas de ocultação e dissimulação que lhe conferiram aparência lícita", disse Moro em sua primeira sentença do ano; Moro também condenou outras quatro pessoas, dentre elas o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto (Foto: Leonardo Lucena)

Paraná 247 - O juiz federal Sérgio Moro condenou o marqueteiro João Santana e sua mulher e sócia, Mônica Moura, a 8,4 anos de prisão pelos crimes de lavagem de dinheiro no âmbito da Operação Lava Jato.

"Condeno João Cerqueira de Santana Filho por nove crimes de lavagem de dinheiro do art. 1º, caput, da Lei n.º 9.613/1998, pelo recebimento de produto de crime de corrupção, mediante condutas de ocultação e dissimulação que lhe conferiram aparência lícita", disse Moro, em sua primeira sentença do ano.

Além de Santana e sua mulher, Moro também condenou o ex-presidente da Sete Brasil João Carlos de Medeiros Ferraz, o ex-executivo da empresa e ex-gerente da Petrobras Eduardo Musa e o lobista Zwi Skornicki. O ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto também figura entre os condenados.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247