Ex-prefeito de Foz do Iguaçu é multado

O ex-prefeito de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, Paulo Mac Donald Ghisi (PDT), foi multado em mais de R$ 9,4 mil por irregularidades enquanto esteve à frente do executivo municipal; de acordo com o TCE-PR, foram encontradas irregularidades como registro de despesas na contabilidade de forma incompatível com a lei, contratação de servidores sem concurso público e falhas na controladoria interna

O ex-prefeito de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, Paulo Mac Donald Ghisi (PDT), foi multado em mais de R$ 9,4 mil por irregularidades enquanto esteve à frente do executivo municipal; de acordo com o TCE-PR, foram encontradas irregularidades como registro de despesas na contabilidade de forma incompatível com a lei, contratação de servidores sem concurso público e falhas na controladoria interna
O ex-prefeito de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, Paulo Mac Donald Ghisi (PDT), foi multado em mais de R$ 9,4 mil por irregularidades enquanto esteve à frente do executivo municipal; de acordo com o TCE-PR, foram encontradas irregularidades como registro de despesas na contabilidade de forma incompatível com a lei, contratação de servidores sem concurso público e falhas na controladoria interna (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Paraná 247 - O ex-prefeito de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, Paulo Mac Donald Ghisi (PDT), foi multado em mais de R$ 9,4 mil por irregularidades enquanto esteve à frente do executivo municipal. De acordo com o Tribunal de Contas do Estado (TCE-PR), foram encontradas irregularidades como registro de despesas na contabilidade de forma incompatível com a lei, contratação de servidores sem concurso público e falhas na controladoria interna.

Dois ex-servidores do município também foram responsabilizados. No total, as multas passam de R$ 18 mil e são consequência do processo que julgou irregular a transferência de recursos municipais à Associação dos Desportistas Amadores de Foz do Iguaçu em 2011. O conselheiro Fabio Camargo ainda analisa um recurso apresentado.

Ao G1, o ex-prefeito disse que os advogados ainda vão analisar a decisão desse processo e que por enquanto não vai se pronunciar sobre o caso.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247