Folha admite que Lula pode ser condenado apenas com base em indícios

Em reportagem publicada nesta sexta, a Folha de S.Paulo finalmente admitiu que a sentença de Lula na Lava Jato pode ter como base apenas "indícios" para uma eventual condenação; "Às vésperas da primeira sentença do ex-presidente Lula na Lava Jato, acusação e defesas vêm travando um debate: indícios são suficientes para condenar?", indaga o texto  

Moro e Lula
Moro e Lula (Foto: Giuliana Miranda)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Uma reportagem da Folha de S.Paulo finalmente admitiu a falta de provas para uma eventual condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Lava Jato.

"Às vésperas da primeira sentença do ex-presidente Lula na Lava Jato, acusação e defesas vêm travando um debate: indícios são suficientes para condenar?

A questão ganhou corpo nas últimas manifestações do processo que julga se o petista recebeu propina por meio de um tríplex em Guarujá. O centro da discussão é a prova indiciária, ainda controversa no meio jurídico.

A força-tarefa da Lava Jato é uma das principais defensoras desse tipo de prova, e considera que indícios, somados a outras circunstâncias probatórias, podem levar a uma condenação em casos de crimes graves e complexos, que não deixam provas diretas -caso da corrupção e da lavagem de dinheiro.

As defesas do ex-presidente e de outros réus rebatem esse ponto de vista, que, para eles, contraria o princípio da presunção de inocência."

As informações são de reportagem de Estelita Hass Carazai na Folha de S.Paulo.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247