Frota elétrica de Curitiba percorreu o equivalente a uma volta no planeta terra

Os dez carros elétricos em uso pela Prefeitura de Curitiba há nove meses contabilizaram neste período um percurso que ultrapassou a circunferência da terra, ou seja 40.075 quilômetros; neste período do projeto também pode ser contabilizada a redução de aproximadamente 5 toneladas (5.142 kg) de CO2 emitidos na atmosfera da capital paranaense, com o uso de veículos movidos a eletricidade

Os dez carros elétricos em uso pela Prefeitura de Curitiba há nove meses contabilizaram neste período um percurso que ultrapassou a circunferência da terra, ou seja  40.075 quilômetros.
Foto: Luiz Costa
Os dez carros elétricos em uso pela Prefeitura de Curitiba há nove meses contabilizaram neste período um percurso que ultrapassou a circunferência da terra, ou seja 40.075 quilômetros. Foto: Luiz Costa (Foto: Ana Pupulin)

Prefeitura de Curitiba - Os dez carros elétricos em uso pela Prefeitura de Curitiba há nove meses contabilizaram neste período um percurso que ultrapassou a circunferência da terra, ou seja  40.075 quilômetros.

“Demos a volta ao mundo de carro elétrico”, disse a coordenadora geral do projeto, a vice-prefeita e secretária do Trabalho e Emprego, Mirian Gonçalves, comemorando o resultado do projeto que faz parte da política de Mobilidade Urbana Sustentável do Município.

Neste período do projeto também pode ser contabilizada a redução de aproximadamente 5 toneladas (5.142 kg) de CO2 emitidos na atmosfera da capital paranaense, com o uso de veículos movidos a eletricidade.

Sem custos para a Prefeitura, o projeto compreende dez carros disponibilizados pela Renault e Itaipu Binacional (Zoe – 5 unidades; Kangoo Z.E – 3 unidades, Twizy – 2 unidades) e mais dez eletropostos, instalados na Praça Rui Barbosa, Parque Tanguá, Parque Barigui, Secretaria de Administração, Prefeitura Palácio 29 de Março, Setran- Prado Velho e Jardim Botânico.

Mobilidade elétrica

A frota de carros elétricos da Prefeitura de Curitiba opera dentro do sistema de gestão de mobilidade elétrica inteligente - Mobi-me -, desenvolvido pela portuguesa CeiiA, que permite o monitoramento on-line, com a atualização de indicadores de energia elétrica consumida, número de viagens e distâncias percorridas, entre outras informações.

O monitoramento inclui o cálculo dos gases de efeito estufa que deixam de ser lançados na atmosfera, principalmente o CO2, já que os veículos elétricos não provocam poluição do ar e nem sonora, pois o motor é silencioso. Esses dados podem ser acompanhados no endereço eletrônicowww.ecoeletrico.curitiba.pr.gov.br

Em relação à poluição atmosférica, o projeto demonstra que o uso de carros elétricos de forma massiva contribuiria para reduzir os índices e, por consequência, também diminuir os riscos para a saúde pública. De acordo com o coordenador técnico do projeto , Ivo Reck Neto, um dos principais ganhos é a redução dos poluentes.

Destaque internacional

O projeto Ecoelétrico, da Prefeitura de Curitiba foi destaque durante a COP 20 da Conferência Climática da ONU, realizada em dezembro de 2014 em Lima, no Peru, promovida pelo ICLEI - Governos Locais pela Sustentabilidade e a Fundação Konrad Adenauer.  Selecionado entre as melhores iniciativas de sucesso na publicação Sustentabilidade Urbana, fórum  que apresentou os dez casos concretos de cidades latino-americanas em busca da sustentabilidade, com exemplos das cidade de San Rafael de Heredia, Costa Rica; Curitiba, Recife e Rio de Janeiro, Brasil; Cidade do México, León e Toluca, México; Medellín e Bogotá, Colômbia; e Lima, Peru.

O projeto Ecoelétrico é uma parceria da Prefeitura de Curitiba com a Itaipu Binacional, Renault e CEIIA.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247