Gleisi cobra governo do Paraná após assassinato de militante do MST

"Um crime bárbaro contra militante do MST no Paraná. O companheiro Ênio Pasqualin foi executado em Rio Bonito do Iguaçu", denunciou Gleisi Hoffmann, cobrando posicionamento do governador Ratinho Jr

Gleisi Hoffmann
Gleisi Hoffmann (Foto: Cleia Viana/Agência Câmara)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A presidente do PT e deputada federal Gleisi Hoffmann (PR) cobrou medidas do governador do Paraná. Ratinho Jr (PSD), nas investigação do assassinato do dirigente do Movimento Sem-Terra (MST), Ênio Pasqualin.

"Um crime bárbaro contra militante do MST no Paraná. O companheiro Ênio Pasqualin foi executado em Rio Bonito do Iguaçu. Retirado de sua casa, no assentamento Ireno Alves, na noite deste sábado, seu corpo foi encontrado na manhã de domingo. Com a palavra o governador Ratinho Jr", escreveu a parlamentar em sua redes sociais.


 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247