Gleisi: não pode ter outra solução que não a liberdade de Lula

"Dia 25 temos um julgamento importante. Não pode ter outra solução que não a liberdade do Lula, por tudo o que tá acontecendo e que foi evidenciado. Lula tem que ser libertado e esse processo, anulado. É isso que temos que dizer aos quatro ventos", ressaltou, após visita ao ex-presidente

Gleisi Hoffmann visita Lula em Curitiba
Gleisi Hoffmann visita Lula em Curitiba (Foto: Eduardo Matysiak)

247 - A presidente nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PR), visitou o ex-presidente Lula na prisão em Curitiba nesta quarta-feira 19, junto com Guilherme Boulos, e voltou a defender que sua liberdade tem que ser imediata diante dos vazamentos do site The Intercept sobre o ex-juiz Sérgio Moro e a Lava Jato.

"Lula dorme o sono dos justos, de quem é inocente", comentou Gleisi na Vigília Lula Livre. "Temos cada vez mais certeza do conluio montado para prendê-lo e tirá-lo do processo eleitoral", acrescentou. "Ele está preocupado com a situação do País, e nos falou várias vezes sobre isso", completou.

Ao criticar o governo Bolsonaro, Gleisi lembrou que "esse governo [ainda] tem sua base, sua força e pretende permanecer onde está". "E tende a endurecer o processo, principalmente agora que está acuado, pelas denúncias que já teve no início de governo, mas sobretudo pelo questionamento que se tem agora sobre a Lava Jato e o Moro, que foi a principal sustentação desse governo", analisou.

"Vivemos uma instabilidade política, e precisamos mais do que nunca ter forças para resistir", declarou a deputada, falando em seguida sobre o julgamento do Supremo Tribunal Federal de um habeas corpus apresentado pela defesa de Lula denunciando a parcialidade de Moro.

"Dia 25 temos um julgamento importante. Não pode ter outra solução que não a liberdade do Lula, por tudo o que tá acontecendo e que foi evidenciado. Lula tem que ser libertado e esse processo, anulado. É isso que temos que dizer aos quatro ventos", ressaltou Gleisi.

Sobre o depoimento do ministro Sérgio Moro nesta quarta na CCJ do Senado, disse que o ex-juiz foi "defender o indefensável". E indagou: "Que moral tem Sérgio Moro para criticar vazamentos?".

Inscreva-se na TV 247 e assista à fala de Gleisi:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247