Gleisi promete gestão com meritocracia no Paraná

Após receber o documento constando reivindicações engenheiros, a candidata ao governo do Paraná Gleisi Hoffmann (PT) disse que vai imprimir no estado, com participação social e articulação, planejamento e organização; uma de suas propostas é o "enxugamento dos servidores comissionados e de livre provimento"; "Utilizar a tecnologia da informação como instrumento de gestão; meritocracia e resultado na relação com os servidores; e escritório de projetos, sobretudo para ajudar os municípios", afirmou

Após receber o documento constando reivindicações engenheiros, a candidata ao governo do Paraná Gleisi Hoffmann (PT) disse que vai imprimir no estado, com participação social e articulação, planejamento e organização; uma de suas propostas é o "enxugamento dos servidores comissionados e de livre provimento"; "Utilizar a tecnologia da informação como instrumento de gestão; meritocracia e resultado na relação com os servidores; e escritório de projetos, sobretudo para ajudar os municípios", afirmou
Após receber o documento constando reivindicações engenheiros, a candidata ao governo do Paraná Gleisi Hoffmann (PT) disse que vai imprimir no estado, com participação social e articulação, planejamento e organização; uma de suas propostas é o "enxugamento dos servidores comissionados e de livre provimento"; "Utilizar a tecnologia da informação como instrumento de gestão; meritocracia e resultado na relação com os servidores; e escritório de projetos, sobretudo para ajudar os municípios", afirmou (Foto: Leonardo Lucena)

Notícias Paraná - A candidata a governadora Gleisi Hoffmann se reuniu na última quinta-feira (4) com o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-PR), José Eugênio Gizzi, e dirigentes do Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi-PR), Sindicato da Habitação e Condomínios (Secovi-PR), Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA-PR) e Instituto de Engenharia do Paraná (IEP).

Gleisi recebeu um documento com as reivindicações das entidades para o estímulo e desenvolvimento da construção civil e engenharia paranaenses. Ela também apresentou as propostas de seu plano de governo para o setor, com uma gestão modernizada e eficiente. Também destacou seus compromissos nas áreas de infraestrutura e logística, inovação tecnológica e desenvolvimento regional sustentável.

Entre as demandas das entidades está a modernização e ampliação da infraestrutura do Paraná, melhoria da qualidade dos serviços públicos, desburocratização da gestão, mais investimentos nos projetos de obras e serviços de engenharia e planejamento estratégico para o estado no longo prazo.

"Grande parte das propostas do Sinduscon já estão contempladas no nosso plano de governo, alguns são temas centrais, como a necessidade de se investir em infraestrutura, planejar o Paraná a longo prazo e ter políticas sociais estruturantes para as famílias paranaenses”, comentou a candidata da coligação Paraná Olhando Pra Frente.

Gleisi explicou que vai imprimir no Paraná um novo modelo de desenvolvimento, fundamentado no desenvolvimento regional e territorial sustentável, participação social e articulação, planejamento e organização.

“Vamos ter uma gestão moderna e eficiente, com equilíbrio econômico e financeiro; compromisso em cumprir os impositivos legais, como a Lei de Responsabilidades Fiscais (LRF); enxugamento dos servidores comissionados e de livre provimento; utilizar a tecnologia da informação como instrumento de gestão; meritocracia e resultado na relação com os servidores; e escritório de projetos, sobretudo para ajudar os municípios.”

A candidata também apresentou os investimentos federais em obras de infraestrutura que já foram executadas ou estão em andamento no Paraná, entre estradas, aeroportos, ferrovias e portos.

*Com Assessoria

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247