Gleisi vê movimento sindical como motor de um novo ciclo político

Senadora e presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann esteve em São Bernardo do Campo para a posse do novo presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC; ela afirmou que o movimento sindical está sendo muito importante neste momento de resistência ao massacre dos direitos trabalhistas e disse que os sindicatos serão fundamentais para criação de um novo ciclo na política brasileira

Senadora e presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann esteve em São Bernardo do Campo para a posse do novo presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC; ela afirmou que o movimento sindical está sendo muito importante neste momento de resistência ao massacre dos direitos trabalhistas e disse que os sindicatos serão fundamentais para criação de um novo ciclo na política brasileira
Senadora e presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann esteve em São Bernardo do Campo para a posse do novo presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC; ela afirmou que o movimento sindical está sendo muito importante neste momento de resistência ao massacre dos direitos trabalhistas e disse que os sindicatos serão fundamentais para criação de um novo ciclo na política brasileira (Foto: José Barbacena)

Blog do Esmael Morais - A senadora Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do PT, neste domingo (18), foi a São Bernardo do Campo para a posse do novo presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC.

O metalúrgico Wagner Santana, o Wagnão, foi eleito com a nova diretoria para presidir durante o próximo triênio. Gleisi estava acompanhada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no evento que reuniu mais de 8 mil pessoas.

No berço do PT e de Lula, a recém-eleita presidenta do partido disse ao Blog do Esmael que o Sindicato foi fundamental na resistência aos retrocessos e, de novo, pode ser o motor de um novo momento para a política brasileira.

A fala de Gleisi Hoffmann empolga o movimento sindical que, nesta terça-feira (20), realiza “Dia Nacional de Mobilização Contra as Reformas Trabalhista e da Previdência”.

O dia de resistência vai reunir entidades ligadas à CUT e demais centrais sindicais em todo o país.

Conheça a TV 247

Mais de Sul

Ao vivo na TV 247 Youtube 247