Investigadores apostariam na delação de Bumlai

“Bumlai é bon vivant, nascido em berço chique e sem ideologia. Amigo de ocasião. Ele falará”, teria dito uma importante autoridade da operação Lava Jato, segundo a colunista Natuza Nery, sobre o empresário José Carlos Bumlai, preso ontem; investigadores do caso apostam na personalidade do pecuarista como estímulo para uma delação premiada

“Bumlai é bon vivant, nascido em berço chique e sem ideologia. Amigo de ocasião. Ele falará”, teria dito uma importante autoridade da operação Lava Jato, segundo a colunista Natuza Nery, sobre o empresário José Carlos Bumlai, preso ontem; investigadores do caso apostam na personalidade do pecuarista como estímulo para uma delação premiada
“Bumlai é bon vivant, nascido em berço chique e sem ideologia. Amigo de ocasião. Ele falará”, teria dito uma importante autoridade da operação Lava Jato, segundo a colunista Natuza Nery, sobre o empresário José Carlos Bumlai, preso ontem; investigadores do caso apostam na personalidade do pecuarista como estímulo para uma delação premiada (Foto: Roberta Namour)

247 - Tudo indica que o empresário José Carlos Bumlai passará um bom tempo preso. É o que afirma a colunista Natuza Nery. Ele foi alvo da 21ª fase da operação Lava Jato que ocorreu nesta terça-feira.

Segundo ela, investigadores do caso apostam na personalidade do pecuarista como estímulo para que faça uma delação premiada.

“Bumlai é bon vivant, nascido em berço chique e sem ideologia. Amigo de ocasião. Ele falará”, teria dito uma importante autoridade da operação.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247