Juízes assinam manifesto em apoio a Moro

Mais de 750 juízes de todo o Brasil assinaram um manifesto em apoio ao juiz federal do Paraná Sérgio Moro; no documento, os juízes manifestam "irrestrito apoio às decisões que foram proferidas, em Curitiba, pelo juiz federal Sérgio Moro", além de afirmar que "a banalização da corrupção e a cultura da impunidade devem ser página virada em nosso País. Sigamos vigilantes e firmes!"; lista passou a circular após Moro ter sido alvo de duras criticas feitas pela presidente Dilma Rousseff por ter autorizado a divulgação de grampos telefônicos envolvendo Dilma e o ex-presidente Lula

Brasília- DF- Brasil- 07/04/2015-  O juiz federal Sérgio Moro participa de apresentação de um conjunto de medidas contra a impunidade e pela efetividade da Justiça, na sede Associação dos Juízes Federais do Brasil (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
Brasília- DF- Brasil- 07/04/2015- O juiz federal Sérgio Moro participa de apresentação de um conjunto de medidas contra a impunidade e pela efetividade da Justiça, na sede Associação dos Juízes Federais do Brasil (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil) (Foto: Paulo Emílio)

247 - Um manifesto de apoio ao juiz federal do Paraná Sérgio Moro já conseguiu mais de 750 assinaturas de magistrados de todo o país. Segundo a juíza federal Diana Wanderlei da Silva, 'o manifesto ocorreu de forma espontânea, sem qualquer tipo de direcionamento partidário, tudo através das redes sociais, por grupos fechados que agregam uma parcela dos magistrados'.

De acordo com Diana, Moro vem realizando um "brilhante trabalho", além de conseguir "unir os juízes em prol do fortalecimento da magistratura". Esse abaixo-assinado é uma dentre as várias outras mobilizações que estão sendo realizadas pelos juízes de todo o país apoiando o trabalho do Juiz federal Sérgio Moro, e pela manutenção da independência do poder judiciário, longe de inferências outras", declarou a magistrada ao Estadão.

Até a semana passada, a lista contava com o apoio de 471 juízes, mas como continha nomes repetidos o apoio foi reduzido para 280. Uma nova recontagem, feita nesta segunda-feira (21) porém ampliou este número para 752 apoiadores.

No documento, os juízes manifestam "irrestrito apoio às decisões que foram proferidas, em Curitiba, pelo juiz federal Sérgio Moro". "A banalização da corrupção e a cultura da impunidade devem ser página virada em nosso País. Sigamos vigilantes e firmes!", diz outro trecho do documento.

A lista passou a circular após Moro ter sido alvo de duras criticas feitas pela presidente Dilma Rousseff por ter autorizado a divulgação dos grampos telefônicos da operação Aletheia, que tem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como alvo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247