Lula: “procuradora deveria pedir desculpas aos milhões que perderam emprego por causa da Lava Jato”

Ao comentar o pedido de desculpas da procuradora da Lava Jato Jerusa Viecilli por ter debochado da morte de Dona Marisa, o ex-presidente Lula foi incisivo: "Ela deveria pedir desculpas ao povo brasileiro, pelo mal que eles causaram aos milhões e milhões e milhões de brasileiros que perderam o emprego", afirmou. Lula disse também que o fato de ela dizer que está arrependida "é muito bom"

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em entrevista concedida à BBC Brasil, publicada nesta quinta-feira, 29, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva comentou o pedido de desculpas feito pela procuradora da Lava Jato Jerusa Viecilli, depois da revelação de que ela debochou da morte da ex-primeira-dama Marisa Letícia (leia mais no Brasil 247). 

"Eu penso que ela deveria pedir desculpas ao povo brasileiro, pelo mal que eles causaram aos milhões e milhões e milhões de brasileiros que perderam o emprego. Eu sou um homem muito maduro, não guardo mágoas. O fato de ela dizer que está arrependida, é muito bom a pessoa se arrepender. Uma coisa que no Brasil as pessoas perderam. No Brasil, a palavra desculpa parece que tinha desaparecido do dicionário", disse o ex-presidente. 

"Então, quando as pessoas começam a se arrepender das bobagens que fizeram é um bom sinal. Significa que a humanidade ainda tem chance de se recuperar", afirmou. 

Perguntado, no entanto, se aceita o pedido de desculpas da procuradora, Lula respondeu: "Ela não fez para mim, ela fez para o Twitter. Como ela acusou sem pedir, ela fez o pedido de desculpas sem consultar, é um problema dela". 

Assista ao trecho:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email