Manifestantes defendem SUS durante fala de Ricardo Barros

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, teve o discurso interrompido por manifestantes nesta sexta-feira (29) durante o 11º Congresso de HIV/Aids e 4º Congresso de Hepatites Virais (HepAids 2017), que acontece em Curitiba; portando cartazes com dizeres “Salve o SUS”, “Nenhum Direito a Menos”, os manifestantes gritavam “Fora Temer” e o “SUS é nosso, ninguém tira da gente!”

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, teve o discurso interrompido por manifestantes nesta sexta-feira (29) durante o 11º Congresso de HIV/Aids e 4º Congresso de Hepatites Virais (HepAids 2017), que acontece em Curitiba; portando cartazes com dizeres “Salve o SUS”, “Nenhum Direito a Menos”, os manifestantes gritavam “Fora Temer” e o “SUS é nosso, ninguém tira da gente!”
O ministro da Saúde, Ricardo Barros, teve o discurso interrompido por manifestantes nesta sexta-feira (29) durante o 11º Congresso de HIV/Aids e 4º Congresso de Hepatites Virais (HepAids 2017), que acontece em Curitiba; portando cartazes com dizeres “Salve o SUS”, “Nenhum Direito a Menos”, os manifestantes gritavam “Fora Temer” e o “SUS é nosso, ninguém tira da gente!” (Foto: Charles Nisz)

Blog do Esmael Morais - O ministro da Saúde Ricardo Barros (PP) teve o discurso interrompido, nesta sexta-feira (29), em Curitiba, por manifestantes que invadiram o palco do Congresso 11º Congresso de HIV/Aids e 4º Congresso de Hepatites Virais (HepAids 2017).

Barros foi surpreendido no encerramento do evento com cerca de 4 mil participantes, entre ativistas, cientistas, gestores e profissionais de saúde de todo o Brasil, além de especialistas internacionais.

Portando cartazes com dizeres “Salve o SUS”, “Nenhum Direito a Menos”, os manifestantes gritavam “Fora Temer” e o “SUS é nosso, ninguém tira da gente!”.

Ricardo Barros ficou com cara de samambaia e disse “obrigado” pela manifestação. Confira no vídeo abaixo

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247